Grupo Tigre melhora estoques e aderência com o Opcenter Preactor APS

A EMPRESA

O Grupo Tigre realizou em parceria com a NEO Engenharia de Produção o projeto de Sequenciamento Avançado de Produção utilizando o software OPCENTER PREACTOR APS da SIEMENS. A companhia começou sua jornada em meados de 1941, quando o jovem empreendedor João Hansen Júnior adquiriu uma fábrica de pentes à base de chifre de bois. Atento ao movimento de mercado, adquiriu uma máquina injetora de plástico para iniciar a produção de pentes mais baratos e coloridos. A partir dos anos 50 a Tigre entrou de vez para o mercado da construção civil, sendo a pioneira no Brasil a fabricar mangueiras de PVC flexível e, posteriormente, tubos e conexões de PVC rígido. Hoje o Grupo Tigre é um dos maiores players mundiais do segmento de tubos e conexões, contando com aproximadamente 7 mil colaboradores nas unidades fabris do Brasil e do exterior.

Unidade Fabril de Rio Claro – SP

O DESAFIO

No segmento de Tubos e Conexões, o Grupo Tigre totaliza aproximadamente 4500 produtos em sua maioria injetados ou extrusados. Com um número tão elevado de SKU’s, o sequenciamento de produção era uma tarefa que despendia muito tempo e energia para sua realização.

O cenário de injeção/extrusão contém muitas variáveis que são complexas de gerenciar sem os softwares adequados, tais como: moldes alternativos, restrições de mão de obra, restrições de equipes de troca (setups), análise de matéria-prima e componentes, entre outros. Com tantas variáveis em um universo tão dinâmico para o PPCP, a Tigre e a NEO realizaram a implantação do Preactor AS (Advanced Scheduling) visando os principais objetivos: redução do esforço do PPCP, redução dos estoques em processo, otimização de setups e análise de materiais comprados.

A SOLUÇÃO

Esta implementação foi realizada inicialmente para as unidades fabris que produzem Tubos e Conexões, e posteriormente para demais unidades de negócio. Semanalmente, é realizado o processo de programação do Grupo Tigre e assim que a carga dos dados é feita no Preactor, são geradas as ordens de produção planejadas (explodindo todos os níveis da lista técnica e já considerando estoques de produto semiacabado). A partir dessas ordens, é realizada uma análise de matéria prima, onde são destacados quais insumos estão com falta parcial e/ou total.

A implantação foi expandida para outras unidades de negócio, como Ferramentas para Pintura

O sequenciamento das ordens leva em consideração todas as restrições presentes nas plantas, tais como: quantidade de mão de obra, quantidade de trocas (setups) e moldes. Devido à complexidade das combinações de máquinas e moldes, a Tigre possui uma regra de programação personalizada que, além de otimizar as trocas de moldes para reduzir setups, realiza um balanceamento dos recursos para que haja um carregamento uniforme das máquinas.

Outra unidade beneficiada foi a Tigre Estados Unidos, localizada na cidade de Janesville no estado de Winsconsin

RESULTADOS

Antes do projeto, as ordens de produção eram criadas manualmente, hoje são criadas de maneira automática no ERP SAP, o que implica em um ganho elevado na redução do esforço para realizar a programação das unidades. A gestão de suprimentos também foi beneficiada, porque recebe semanalmente o status de faltas de cada insumo e quais são as prioridades deles para realização de follow-up com os fornecedores.

Através da regra personalizada de programação, o Opcenter Preactor APS consegue agrupar ordens que possuem as mesmas características, fazendo com que as trocas (setups) sejam minimizadas e a produtividade das máquinas seja elevada. Além disso, como o sequenciamento considera todas as restrições existentes no chão de fábrica, o cenário proposto torna-se realmente factível para execução. Esses aspectos trouxeram um aumento considerável na aderência de produção (planejado X realizado) de 47% para 95%.

Ainda mais, os relatórios personalizados trazem muitas visões para que a equipe consiga realizar análises e ter auxílio no processo de tomada de decisão. É possível, por exemplo, observar qual é o carregamento de cada máquina por turno, bem como a carga da mão de obra e tempos de setup, dando uma visão mais sistêmica para a manufatura.


Redução de Estoques de Produtos Acabados em quase 50%

Tendo um melhor panorama das máquinas, juntamente com a geração de ordens mais otimizada e outras ações internas, a empresa conseguiu reduzir seu nível de estoque em volumes próximos a 50%.

O Preactor nos ajudou a iniciar uma jornada de transformação na programação de fábrica do Grupo Tigre, mudar nossos processos internos e ainda conseguimos otimizar nossos estoques e dar uma melhor eficiência no cumprimentos das ordens de produção. Esse foi um marco importante para realizar a centralização da programação, colocando uma ferramenta com oportunidade de ter as melhores praticas de mercado“.

Huillamy Sena – Business Partner Grupo Tigre

PERSPECTIVAS FUTURAS

Apesar de todos esses benefícios, o Grupo Tigre segue na busca constante de melhorias de seus processos e metodologias de trabalho, contando com a NEO e com o OPCENTER Preactor para que a jornada rumo à excelência seja mais rápida, eficaz e concreta. Hoje, as plantas internacionais do Grupo na América do Sul já estão em fase de implantação também. Com isso, a programação será integrada e os resultados multiplicados através da expansão a nível global.

Bruno Bortolatto
Engenheiro de Produção com mais de 4 anos de experiência na indústria metalmecânica e 5 anos como consultor APS. Já atuou em diversos projetos de sucesso, tanto nacionais quanto internacionais. Busca sempre prover as melhores soluções para tornar o cotidiano da gestão da produção mais tecnológico, eficiente e prático. Apaixonado por futebol e boa música, leva o dia a dia de maneira energizada e descontraída.
Leia mais posts de Bruno Bortolatto